no blog na web

Estrutura de Aço em Telhados + Placa Cimentícia

   Economia, maior rapidez na execução, proteção contra cupins e consciência ecológica são os principais fatores para a escolha do aço para a estrutura do telhado

   Este sistema oferece varias vantagens sobre as tradicionais estruturas de madeira:

•    Colabora para a preservação das florestas nativas;
•    Alta resistência às intempéries;
•    Imune ao ataque de cupins;
•    Economia pela montagem mais rápida;
•    Maior facilidade no transporte, baixando os custos de frete;
•    A conferência dos materiais na obra é facilitada pela uniformidade dos materiais;
•    Menor peso total;
•    Fácil reposição;
•    Montagem mais rápida;
•    Adaptável a quaisquer projetos e tipos de telha (cerâmica, concreto, fibrocimento ou shingles);
•    Não empena;
•    Não emana odor desagradável;
•    Aço galvanizado é 100% reciclável;
•    O risco de incêndio é reduzido, pois o aço galvanizado não suporta combustão.
•    Apagão Florestal

   O Brasil tem a segunda maior extensão territorial coberta por florestas do mundo, atrás apenas da Rússia. Uma parcela ínfima disso - cerca de 1% - corresponde a árvores cultivadas, justamente utilizadas por vários setores industriais como fontes de matéria-prima e energia (as florestas nativas são protegidas pela legislação ambiental, o que torna sai exploração inviável). Trata-se de uma produção insuficiente para acompanhar o crescimento de empresas de áreas como siderurgia, papel e celulose, móveis, painéis e chapas.

  
   Atualmente, o déficit de oferta já é de 8% em relação à demanda. Segundo especialistas, poderá subir para 30% caso esse quadro se perpetue.

   A Galvanização como Proteção do Aço

   O zinco é o método mais eficiente em termos de custos e de meio ambiente como proteção do aço contra corrosão. Ajuda a poupar recursos naturais como: minério de ferro e energia, prolongando a vida útil dos produtos que utilizam esta proteção, contribuindo economicamente sobre o investimento do capital em aço.

   O aço revestido com zinco pelo processo de galvanização a fogo resiste à deterioração, corrosão, incêndio e inundações melhor que qualquer outro material e tem vários ciclos de vida porque ele é 100% reciclável.

   A Universidade de Baylor (EUA), concluiu num estudo, que a estrutura de aço revestida com zinco deveria ser reconhecida como material de construção ecológico com base em critérios econômicos e ambientais.

   O revestimento produzido pela galvanização protege o aço de três maneiras:
1.    O revestimento de zinco sofre uma corrosão ambiental mínima, sob ação do meio ambiente, o que proporciona uma vida longa e previsível;
2.    O revestimento é corroído preferencialmente fornecendo uma proteção catódica (de sacrifício) para as pequenas áreas da peça expostas ao meio ambiente devido, por exemplo, ao esmerilhamento, cortes ou danos acidentais. Se o revestimento for riscado, os sulcos são preenchidos por compostos de zinco formados pela corresão ambiental, os quais impedem que o metal base seja corroído;
3.    Quando a área danifica da for extensa, a proteção catódica do zinco impede que a corrosão se propague sob o revestimento.
Fonte: Metalica + Jorsil


   A cobertura das construções em steel frame pode ser feita com os mais variados tipos de telhas. A estrutura do telhado é sempre feita com perfis metálicos, mas a cobertura propriamente pode ser de telha cerâmica, de fibrocimento, metálica, de concreto ou telha asfáltica (shingle). O importante é que a escolha da telha seja feita pelo arquiteto quando fizer o projeto. Depois os engenheiros irão fazer os cálculos das dimensões do telhado, quantas telhas vão ser necessárias e o peso que a estrutura pode suportar. Vamos mostrar a seguir um pequeno passo-a-passo para executar a estrutura do telhado com perfis metálicos, o forro com lambri de madeira e a colocação das telhas cerâmicas. Outro passo-a-passo vai mostrar como se faz o fechamento, ou seja, as paredes que conformam a casa. Nesse caso, vamos utilizar painéis cimentícios.


                                                            PREPARAÇÃO
   
   Montagem das tesouras
   1) Com a ajuda de um gabarito, posicionam-se as tesouras nas extremidades da construção, apoiadas sobre os painéis metálicos. A face externa da tesoura deve estar alinhada com a face externa do painel. As tesouras podem chegar ao canteiro montadas.


   Colocação do forro
   2) Depois de posicionar as tesouras, comece a executar o forro. Instale os lambris de madeira no sentido transversal das tesouras. Sobre o forro coloque placas de OSB (um tipo de chapa feita de fibras de madeira coladas), com juntas a prumo e dimensão maior perpendicular às tesouras. Fixe-as com parafusos atarraxantes próximos à extremidade da placa.



   Colocação da manta
   3) Sobre as placas de OSB, coloque os perfis metálicos cartola no sentido da queda do telhado. Aplique sobre as placas uma manta de subcobertura aluminizada, para proteger a casa contra infiltrações e melhorar o conforto térmico interno. A manta ajuda a casa a não esquentar demais.



   Colocação das telhas
   4) Sobre a manta de subcobertura, coloque outros perfis cartola (ripas) e, sobre os perfis, comece a colocar as telhas cerâmicas da maneira tradicional. Esse tipo de cobertura é considerada bem completa e de alta qualidade.



                                                  FECHAMENTO EXTERNO

   O fechamento externo é executado logo depois da montagem da cobertura e realizado junto com a instalação de tubulações de água e dos conduítes. Existem vários tipos de revestimento externo. Nesta edição vamos mostrar como "fechar" uma casa utilizando barreira de água e vento, placas cimentícias e pintura tradicional.


   Colocação de manta de proteção contra umidade
   1) A colocação de barreira de água e vento é executada logo após a montagem da estrutura metálica. A principal função desse material é formar uma camada de proteção contra vento e água. A largura da barreira deve ser marcada entre os perfis metálicos. Prende-se levemente com prego ou fita adesiva somente para fixar a barreira enquanto espera a fixação da placa cimentícia.


   Colocação e selamento (rejuntamento) das placas cimentícias
   2) Sobre a barreira de água e vento inicia-se a colocação das placas cimentícias seguindo uma fiada demarcada a partir da base da estrutura. A placa cortada no tamanho exato do painel metálico deve ser posicionada apenas sobre ele. A fixação é feita com o auxílio de parafusos.


   Fechamento pronto
   3) As segundas e terceiras fiadas de placas devem apresentar juntas desencontradas, como na alvenaria de tijolos tradicional. As juntas das placas cimentícias devem ser impermeabilizadas.


   Casa pronta
   4) Após cobrir todas as fachadas da casa com as placas cimentícias é hora de revestir as paredes de maneira tradicional, com massa fina e pintura ou massa texturizada. Depois de pronta, a casa parece igual a qualquer construção feita com estrutura de concreto e tijolos.

 Fonte: http://olapisverde.blogspot.com

0 comentários:

Postar um comentário

 

Dircenéia Moterani

Atuante na área de decoração e artes, é uma das mais requisitadas e experientes profissionais de Varginha. Lança mão de recursos como luz, cor e materiais diversos, para obter uma disposição harmoniosa dos objetos no espaço.